segunda-feira, 19 de abril de 2010

Eraser

Mães de jovens de Luziânia falam em "queima de arquivo".
Que talvez "apagaram" o psicopata é bem possível, mas queima de arquivo?
Por que a patuléia sempre procura teorias conspiratórias e mistérios em tudo?

Não é possível aceitar que viver não é tão emocionante como as novelas e filmes mostram?
Aliás, se fosse, não assistiríamos a eles.

Mesmo o Bear Grylls (A prova de tudo - Discovery) no fundo deve ter consciência de que o que faz é um trabalho para sobreviver e não há maiores objetivos e sentidos na existência. E pela quantidade de bugigangas que ele vende no seu site não me parece que haja nada mais nobre pra ele do que faturar.

Os malucos caçadores de OVNI's vivem acenando com o acobertamento dos militares e do governo, como se houvesse grandes interesses conspiratórios e, principalmente, como se isso fosse possível.
Por que eles não aterrissam na avenida Paulista? Com tanta tecnologia, por que não usam o modo stealth marciano e simplesmente não são captados nunca? (parece que não existe no universo tecnologia a prova de alucinação). Se outras formas de vida não baseadas em carbono fossem razoavelmente comuns, por que não existem aqui mesmo ou em outro planeta vizinho?
Pois é, ter visto aquele monte de areia estéril em Marte deve ter frustrado muita gente.

Hittler está vivo e escondido numa tumba. Talvez junto com Ulisses Guimarães.
Elvis também não morreu. Casou com John Lennon e vive numa ilha deserta. Onde filmaram Lost.

A tal visão de não sei quem não pode ser apenas um delírio ou ilusão de ótica.

Nosso place não pode ser apenas mais um pedaço de rocha com algumas condições que favoreceram a evolução do que conhecemos como vida.
Aliás, por que achar que a vida, dentro do que convencionamos chamar assim, deveria ser algo especial em termos de universo? Por que não crer que os aprazíveis 1,8 milhão de °C da coroa solar são o "natural" do Universo?

Já imaginou você no Paraíso encontrando todos aqueles parentes lazarentos que você não gostava de encontrar nem aqui na Terra?

Sim, é reconfortante achar que aquela pessoa querida "descansa em paz" ou "partiu dessa para melhor", mas apesar de triste é tão ruim assim aceitar que ela apenas acabou?
Ok, não precisamos falar "se fodeu, antes ele do que eu", mas pra alguns dá vontade, fala a verdade?

Pra viver bem essa gente precisa achar que é "especial" e que existe alguma razão pra algo.
Tsc, tsc, tsc... isso é bem mais triste do que apenas viver cada dia e nada mais.