quinta-feira, 13 de maio de 2010

Pretensão? Quase nada

'Em seu primeiro disco solo, Sandy exercita seu lado poético: "Sou essa pessoa melancólica. Vejo uma beleza triste na natureza, na vida, no mundo, nas pessoas". E brinca: "Queria ser Clarice Lispector!".'
Terra - Terça, 11 de maio de 2010, 07h50


Se o Sarney e o Paulo Coelho podem ser imortais (na ABL), por que a Sandy não pode ser Clarice Lispector (mas com 0 de QI)?