sábado, 25 de dezembro de 2010

Quando eu estou aqui...

Dia 25 de dezembro. Céus...



Não basta imaginar (porque ver sem chance) a múmia paralítica do Roberto Carlos, as reportagens infames (se é que se pode chamar isso de notícia, além do mais, bastava repetir todos os anos os mesmos jornais - com exceção da única boa notícia desse final de ano que foi o "empacotamento" do Quércia) sobre o Natal e os filmes bíblicos "tradicionais", ainda deposita-se sobre esse monte a ridícula da Xuxa.

A cinquentona maluca posando de menina e cantando músicas para anencéfalos é qualquer coisa.

A caixa de entrada lotada de mensagens piegas, repetitivas e simplesmente disparadas pra 'trocentos' remetentes também são excitantes...

Bem, de alguma forma vc foi lembrado no ano... amizades remotas e virtuais... great, as amizades estão cada vez mais "funcionais".

Ok, ok, admito que gosto da reunião com a minha família e da orgia alimentar. Ponto.

Enquanto isso, na CoisaCave...

Patroinha: Querido que cheiro bom, perfume novo?
Coisa: Repelente de insetos.



"Uma vida feliz deve ser em grande parte uma vida tranquila, pois só numa atmosfera calma pode existir o verdadeiro prazer." - Bertrand Russell